14.3.06

Da solidão

Se aqui chegou enviado pela "senhora" do link que não sabe se é pássaro ou peixe, aprenda a nunca subestimar um despeitado. A "Maria do Céu" será antes um carente "José do Inferno"? É provável: blogs como Malapata ou Mal-amada ou este Nem pássaro nem peixe - feito nas ilhas - usam mal o nome do meu amado Azimutes (fazendo links directos ou, como agora, comentando em nome de uma "leonor alba", não esta Inês Alva que daqui vos escreve). O teor desses blogs é o do costume: sobrevivem à custa da popularização do lixo cibernáutico. Há quem lhe chame "humor latrinário". O vocabulário é o típico da "Maria do Céu", um/a madeirense nada pacífico/a, pelos supostos estragos... Hoje, até da Assembleia da República aqui veio alguém visitar, imagine-se enviado por quem!... De presentes envenenados reza esta estória: a liberdade de expressão é o que é.
Obra, evidentemente, de trupe que já se vai fazendo famosa por gabar publicamente blogs do teor dos supracitados. Para bom entendedor... O Azimutes tem apenas 15 links. Não se impõe. É pequeno. Porque incomodará tanto?... Mistérios.
"Maria do Céu": não se canse (de) mais para ter a minha atenção...
Por motivos evidentes, o Azimutes faz uma quarentena: menos radiações do portátil significarão mais passeios ao pé do mar, mais leituras em dia, mais contos escritos para a gaveta. Do mal o menos.
Aos meus leitores de facto, aos que vêm por bem, beijos e pedidos de compreensão. O mail é o de sempre.
Piu. Pois.

5 comentários:

lobices disse...

...e como venho sempre aqui, por bem, deixo um beijinho e os votos de bons passeios à beira mar
...

e disse...

...

Lyra disse...

:)

Rita disse...

E já pensou se não terá sido outra pessoa a "linkar" o seu blog nos comments do blog em questão. E que a Maria do Céu não tenha nada a ver com o assunto?

Anónimo disse...

Sim, Rita. Eu costumo pensar (depreendo que o que faz é uma pergunta sem o ponto de interrogação respectivo). E o autor do blog (aka "Mª do Céu") que refere realmente tem todo o perfil de blogger defensável... Quem somos nós para prejudicar ser humano de tal rectidão, dignidade, importância social?...

P.S. Os acessos de amigos meus que ali repuseram a verdade dos factos - EU NUNCA COMENTEI NAQUELE CIBER-LIXO - foram "cortados". Que tal, como liberdade de expressão, "Rita"? Faça aquilo que me indica: PENSE, criatura de Deus! Entretanto, que Ele a ilumine.
Boa estrada, jovem!

:/

Inês Alva