16.2.06

Fifty-fifty...

Não passo, não passo & não passo! Humpf! (braços cruzados, olhando noutra direcção, pé batendo no chão, lábios comprimidos, forte cenho... para não rir).
1.Começar os livros em "estilo árabe": ver a escrita, olho clínico, folhear ao acaso, ler sempre o fim;
2. Oferecer flores a homens (poucos tiveram essa sorte) e esperar que reajam naturalmente;
3. Após o "Bom dia", dizer sempre o nome de quem cumprimento, evitando seres menos luminosos;
4. Odiar sons estridentes: chávenas nos cafés, arrastar de cadeiras, maus modos, vozes altas;
5. Avaliar o comportamento amoroso dos outros pela forma como (se) conduzem, como se movem.



(...Sempre a estética, as sensações & a intuição...Será do meu ascendente balança? Ih ih ih)

;0)

4 comentários:

a torres ferreira http://atorresferreira.hi5.com disse...

Eu quase juro que vejo aí mais imposição ética do que estética. Se calhar é impressão minha. e faça lá o sacrifício de passar o desafio a cinco blogueiros. Olhe, talvez o seu amigo do blasfémias desça à terra e decida contribuir, apesar de nada com isto ganhar, o liberal...

Anónimo disse...

Quanto à 1ª frase: bingo!
Quanto à 2ª: não, não é.
Quanto à 3ª: insisto no não.
Quanto à 4ª: qual meu amigo do Blasfémias? Eu pensava que eram todos...

Acrescento uma 5ª: afinal, A.T., qual é o objectivo destas "correntes de indiscrição" às quais querem sempre que se responda à viva força? Se me apresentar 2 motivos plausíveis para que eu passe testemunho, repensarei. Até lá:
um sim pode ser muitas coisas;
um talvez é o que é;
um não deveria ser suficientemente categórico, não lhe parece?...

Obrigada pela referência, pelo comentário, pela intransigência que, sem excessos, aprecio.

Keep ya motor running!
1 abraço.
;0)

Inês Alva

a torres ferreira http://atorresferreira.hi5.com disse...

interactividade. chega? agora dois motivos: acção, reacção.

se eu quisesse também não alinhava e razões não me faltariam. e depois? acho que estaria a desapontar alguém que teve em consideração a minha pessoa. aliás, dos cinco "amigos" que eu desafiei todos eles, sem excepção mostraram consideração por mim. desafio a Inês a testar cinco "amiguitos" daqui.

Anónimo disse...

Olá, A.T.

Esclareçamos:

1. A interactividade com os amigos não se testa num blog (um amigo é, por definição minha, alguém discreto, logo, terei de o ser tb.);
2. "Acção" e "Reacção"? Agir com que fim; reagir a quê?;
3. se alguém se desapontar comigo, terei de aceitar o "desapontamento", tal como o(a) desapontado(a) terá de respeitar o meu divertido marasmo (isto é giro!);
4. Mostrar consideração será, então: a) anuir e entrar na onda; b) agradecer com gentileza mas entrar na onda apenas a 50% - é este o meu caso -; c) agradecer mas evitar deixar-se, sequer, levar pela espuma da onda;
5. Testar cinco "amiguitos" exactamente em quê? "Amiguitos" são amigos do que eu chamo "povo pequenino" (crianças)?Se são meus amigos, para que irei eu "testá-los"? Se a onda é referir cinco hábitos estranhos, conhecendo eu os meus amigos, porque os levaria a tal exposição?

(...)

Ei... alto!
Isto É UM TESTE À AMIZADE???

Aaaaahhhhhhhhhhhhhhhhh, percebi!...

;0) Ih ih ih


P.S. N-Ã-O!!!

Inês