13.2.06

2nd o' 3

Depois desta "fabulástica" que recordei - uma das mais sensuais músicas ever made in the whole world -,outra com o toque de Midas de Bryan Ferry (embora esta seja dos Roxy Music).

Adoro, adoro conduzir com esta música! As árvores ficam mais verdes, mais balançadas na brisa, o meu riso assoma à boca, tudo é mais juvenil, a vida faz-se, num estalar de dedos, mais leve!

(Demora a iniciar, mas vale a pena! Vá, vá trabalhando sem som e, quando for possível, ponha al-tí-ssi-mo: vai ver que até o seu chefe dança, róseo de pudor, mas sem conseguir resistir a este balanço, à cadência sensual deste Mito. E, convenhamos, um chefe sensual, risonho & jovial como um adolescente não se vê todos os dias, pois não? Ah ah, a loucura das rotinas estilhaçadas é desopilante c'mo raio!)

Esqueça os trejeitos e pestanejos - tipo choque eléctrico, que homem tão sensitivo! - de Bryan Ferry e as roupinhas mais do que estranhas e... dance along!
Ah, já agora... cante! C'mon, people, sing along: the lyrics are down there, see?

;0)



More Than This
(Ferry)

I could feel at the time
There was no way of knowing
Fallen leaves in the night
Who can say where they´re blowing

As free as the wind
And hopefully learning
Why the sea on the tide
Has no way of turning

More than this - there is nothing
More than this - tell me one thing
More than this - there is nothing

It was fun for a while
There was no way of knowing
Like dream in the night
Who can say where we´re going

No care in the world
Maybe i´m learning
Why the sea on the tide
Has no way of turning

More than this - there is nothing
More than this - tell me one thing
More than this - there is nothing

3 comentários:

lobices disse...

...tendo, finalmente, o prazer de comentar o teu blog
...um beijinho

Anónimo disse...

Olá, Q.!

Cedi - por uns tempos - a esta tentação dos comments, eu, a (quase) intransigente!

Obrigada por assinar o livro de visitas do meu "farol"!

:0)
1 abraço!
Inês.

Arrebenta disse...

Evocação da Imperatriz Farah Diba Pahlavi
(a propósito do aniversário da monstruosa praga da Revolução Islâmica)

De cada vez que ela se deslocava de Teerão, para visitar as Vanguardas, em Nova Iorque, havia 100 000 marias cavaco silva que se deitavam no chão, para evitar que ela empoeirasse os sapatos de salto, ao descer do avião.
Eras.

http://braganza-mothers.blogspot.com